A Nova Direção proposta aqui é uma retomada de rumos já tomados pela Igreja. resgatar valores antigos, mas sem perder o contato com a realidade atual. A mensagem de Jesus continuará relevante, mesmo que seque a erva e murche a flor.
Tudo o que vem dele, é permanente.
O amor de Cristo por nós, sua Palavra, suas promessas e sua posição única no topo do universo, continuam sendo as mesmas, aconteça o que acontecer na base. Se for preciso, vamos mudar o rumo e voltar atrás, para bem longe da cauda.

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Especialides religiosas

A tendência para a especialização se instala progressivamente nas Igrejas. Já se instalou definitivamente em diversas áreas de saúde, ensino e pesquisa.
Estamos sabendo cada vez mais sobre cada vez menos.
Isto exige um preparo extra para quem escolher determinada especialização.

No que se refere à Igrejas, este preparo nem sempre é exigido com o mesmo rigor. Uma placa na entrada so templo, um anúncio na TV, alguns testemunhos e atividades voltadas especificamente para um público alvo cada vez mais segmentado, já fazem com que o grupo ganhe a fama de especialista na área.

Há Igreja para quase tudo: gays, viciados, artistas, empresários, divorciados, prostitutas, portadores de HIV, etc.

Se esta tendencia se fortalecer, como parece ser o destino destes grupos, logo teremos sub divisões em cada uma destas especialidades.

Isto parece inevitável, em um universo religioso onde não há um órgão regulador, como o CRM (Conselho regional de medicina) e a OAB, por exemplo, que só permitem o exercício da profissão e de suas especialidades depois de satisfazer requisitos específicos da área.

Entre oa religiosos, basta dar na telha, o galinho brilhar em cima de algum monte, um arrepio na coluna vertebral, uma esquentada na orelha esquerda, um estatuto social e um endereço, que já se pode começar.

É Vapt! Vupt!

A coisa toda parece assumir proporções endêmicas e ainda não foi descoberta nenhuma vacina capaz de conter o alastramento deste vírus, o que faz com que isto permaneça, por tempo indeterminado, totalmente fora de controle.

Só nos resta dizer: "Miserigraça e muita paciência" conosco, Senhor, pois apenas um destes componentes não bastaria para afastar de nós a ira do Senhor.

Ubirajara Crespo