A Nova Direção proposta aqui é uma retomada de rumos já tomados pela Igreja. resgatar valores antigos, mas sem perder o contato com a realidade atual. A mensagem de Jesus continuará relevante, mesmo que seque a erva e murche a flor.
Tudo o que vem dele, é permanente.
O amor de Cristo por nós, sua Palavra, suas promessas e sua posição única no topo do universo, continuam sendo as mesmas, aconteça o que acontecer na base. Se for preciso, vamos mudar o rumo e voltar atrás, para bem longe da cauda.
Mostrando postagens com marcador Pedofilia. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Pedofilia. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 4 de maio de 2011

UNESCO QUER METADE DA POPULAÇÃO MUNDIAL HOMOSSEXUAL

O mundo caminha para sua auto-destruição.

Ennio Antonelli - queverdadeeessa.com"O ‘ministro’ da família no governo do Papa, o Cardeal Antonelli, me disse há poucos dias em Saragoza que a UNESCO tem agendada para os próximos 20 anos fazer com que a metade da população mundial seja homossexual. Para isso, através de vários programas, será a introdução da ideologia de gênero que já está presenteem nossas escolas."


Esta é a conspiração global que defende o bispo de Córdoba, Demetrio Fernández. Ele fez no último domingo, 26 de dezembro, na homilia que proferiu na missa da Sagrada Família. E, além disso, diz o Cardeal Ennio Antonelli, como o primeiro autor da "teoria da conspiração" da agência da ONU para as crianças.

Demetrio Fernández disse que a Igreja "não pretende impor à ninguém sua visão da vida e da família, mas pede respeito à visão que temos recebido de Deus e está inscrita na natureza humana."

"Isso é, de acordo com a ideologia de gênero", diz o bispo – não iria nascer um macho ou fêmea, mas ele escolhe de acordo com seu capricho, e pode mudar de acordo com o sexo sempre que quiserem. "Ele conclui: "Aqui está o ‘conquista’ mais recente de uma cultura que quer romper completamente com Deus, o Deus Criador, que colocou em nossa natureza a distinção entre homem e mulher."

O bispo encerrou sua homilia arengando os arquivos: "Este não é o momento para lamentar, mas de conhecer bem quais são os ataques a este bem precioso, de viver com lucidez e com coerência diante do que temos recebido de Deus, por lei natural ou por lei revelada."

FONTE: Angelo Medrado.

COMENTÁRIO: Esta informação não procede diretamente da UNESCO, mas parece ser esta a tendência atual. Veja este vídeo:

domingo, 10 de outubro de 2010

A IGREJA NA ENCRUZILHADA GAY

Recebi, no meu facebook, uma montagem muito interessante, cujo autor é o meu amigo Mauro Ferreira, irmão de uma de minhas antigas ovelhas. Na minha opinião, sua pergunta introduz um dos temas mais importantes para o momento: Escolher agradara Deus ou ao homem. Tem a ver com as novas leis que transitam nos congressos do mundo inteiro, envolvendo Hossexualismo, pedofilia e aborto.
VEJAM O DILEMA EM QUE O MAURO NOS METEU:

Outro dia fiz uma pergunta que até hoje não achei que me desse uma resposta satisfatória, então vamos lá será que nesse seleto grupo poderíamos achar uma solução para um problema.
Recebemos uma pessoa de sexo masculino em "nossas igrejas" que é homesexual e por se sentir uma mulher, não se sente a vontade em usar o banheiro masculino, por outro lado as mulheres desse suposta igreja não se sentem confortaveis em estar dividindo o banheiro com alguém que biologicamente é um homem, e por ter recebido e acolhido essa pessoa acabou atraíndo para suas reuniões uma outra pessoa que sendo biologicamente mulher e não se sentindo confortavel com sua sexualidade resolveu ser homosexual e causa a mesma situação com relação aos banheiros.

Deveremos então para solucionar o problema construir 4 banheiros em nossa igreja? 1º Masculino 2º Feminino 3º Homesexual Masculino 4º Homosexual Feminino. Seria essa a solução mais acertada?

O QUE EU ACHO

A Igreja será pressionada e algumas se adaptarão a esta nova realidade mundial, mas outras não. Nestes dias dias nos transformaremos em focos de resistência ao avanço do mal, mas haverá um preço a ser pago por quem não ceder.

Verdades absolutas serão transformadas em relativas e quem não adotar os novos costumes será transformado em um rebelde indesejável, um opositor a idéias consideradas irreversíveis. Um ilegal, um bandido. Seremos excluídos e perseguidos até a morte.

Haverá fé na Terra nesta época? Jesus perguntou isto porque ter fé é adotar realidades divinas a qualquer preço, é ser perseguido por causa da justiça de Deus e não dos homens.

Naqueles dias você terá de fugir de casa e decidir o que levará no caminhão. Alguns tentarão levar o Templo construído com dois banheiros, mas ao perceber que não dá, vão construir mais 2, e quem sabe um terceiro para os pedófilos.
 
Este será apenas um dos problemas que o sal da Terra terá de enfrentar. Muitas adaptações já fizemos e sem perceber, estamos cozinhando em banho maria. Precisamos rever nossos conceitos e fazer a seguinte pergunta:

VAMOS SER IMPULSIONADOS POR PRINCÍPIOS OU POR IMPULSOS ?

E o que estiver sobre o telhado não desça para casa, nem entre a tomar coisa alguma de sua casa (Marcos 13:1).

Tentar salvar suas estruturas será uma atitude extremamente desastrada. Agarrar o seu osso religioso será um suicídio existencial que trará dano à alma. Só escapará quem abrir mão de posições dentro de suas denominações e quem abandonar suas construções, organogramas e estruturas religiosas.

Mateus 24.8: Mas todas estas coisas são o princípio de dores. E orai para que a vossa fuga não aconteça no inverno nem no sábado; Porque haverá então grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco há de haver.

No inverno rigoroso da Palestina a locomoção será dolorosa e difícil.

Quem perseverar até o fim será salvo.
 
Já são diversos símbolos que ajudam a identificar o banheiro nos postos de gasolina, pela estrada a fora: Chapéu, piriquito e cartola para os homens, saia, perereca e batom para as mulheres. Estes novos tempos nos reservam o beija flor, a borboleta, o sapatão, a gilete e a mulher barbuda. Só nos resta esperar qual será o cartaz do banheiro dos pedófilos, o motivo da próxima discussão da nossa sociedade.
 
Pelo menos os banheiros serão menos povoados, o que não acontecerá com o superpovoado lago de fogo.

Obs: Esta postagem não é uma tentativa de dar uma resposta definitiva ao enigma montado pelo Mauro Ferreira, apenas peguei um gancho em um assunto polêmico, com o objetivo de colocar princípios gerais a serem aplicados em novos tempos, onde seremos assaltados por novos dilemas. sem perda destes valores.

Princípios eternos como amor ao próximo e obediência a Deus, não devem ser negociados de modo algum. Precisamos caminhar em amor, mas também em obediência, e ainda assim contextualizar.
Ubirajara Crespo

domingo, 30 de agosto de 2009

Palestina mergulhada culturalmente na pedofilia

A História Oculta do Mundo: A Pedofilia do Hamas

Enquanto a imprensa exalta os "lutadores da liberdade do Hamas", os "rebeldes", ou então o PT e demais organizações de esquerda no Brasil dão apoio integral ao mesmo (conforme nota do secretário geral do partido, Valter Pomar durante a época do conflito), o mundo desconhece uma das histórias mais nojentas de abuso infantil, torturas e sodomização do mundo vinda do fundo dos esgotos de Gaza: os casamentos pedófilos do Hamas que envolvem até crianças de 4 anos. Tudo com a devida autorização da lei do islamismo radical.

Infância perdida, abuso certo: Você ficará calado?



A denúncia é do Phd Paul L. Williams e está publicada no blog thelastcrusade.org e é traduzida com exclusividade no Brasil pelo De Olho Na Mídia (ninguém mais na imprensa nacional pareceu se interessar pelo assunto)

Um evento de gala ocorreu em Gaza. O Hamas foi o patrocinador de um casamento em massa para 450 casais. A maioria dos noivos estava na casa dos 25 aos 30 anos; a maioria das noivas tinham menos de dez anos.

Grandes dignatários muçulmanos, incluindo Mahmud Zahar, um líder do Hamas foram pessoalmente cumprimentar os casais que fizeram parte desta cerimônia tão cuidadosamente planejada.

"Nós estamos felizes em dizer a América que vocês não podem nos negar alegria e felicidade", Zahar falou aos noivos, todos eles vestidos em ternos pretos idênticos e pertencentes ao vizinho campo de refugiados de Jabalia.

Cada noivo recebeu 500 dólares de presente do Hamas


As garotas na pré-puberdade, que estavam vestidas de branco e adornadas com maquiagem excessiva, receberam bouquets de noiva.

"Nós estamos oferecendo este casamento como um presente para o nosso povo que segue firme diante do cerco e da guerra", discursou o homem forte do Hamas no local, Ibrahim Salaf.

As fotos do casamento relatam o resto desta história sórdida

Noivas de 4 a 10 anos: Presentes de 500 dólares

O Centro Internacional Para Pesquisas Sobre Mulheres estima agora que existam 51 milhões de noivas infantis vivendo no planeta Terra e quase todas em países muçulmanos.

Quase 30% destas pequenas noivas apanham regularmente e são molestadas por seus maridos no Egito; mais de 26% sofrem abuso similar na Jordânia.

Todo ano, três milhões de garotas muçulmanas são submetidas a mutilações genitais, de acordo com a UNICEF. A prática ainda não foi proibida em muitos lugares da América.

Nesta hora até a miséria desaparece de Gaza: carros de luxo para meninas reduzidas a lixo

A prática da pedofilia teria base e apoio do islã, pelo menos a sua leitura mais extrema e radical. O livro Sahih Bukhari (além do Corão, outra das fontes de grupos como o Hamas) em seu quinto capítulo traz que Aisha, uma das esposas de Maomé teria seis anos quando se casou com ele e as primeiras relações íntimas aos nove. O período de espera não teria sido por conta da pouca idade da menina, mas de uma doença que ela tinha na época. Em compensação, Maomé teria sido generoso com a menina: permitiu que ela levasse todos os seus brinquedos e bonecas para sua tenda.

Mais ainda: talvez o mais conhecido de todos os clérigos muçulmanos deste século, o Aiatóla Komeini, defendeu em discursos horripilantes a prática da pedofilia:

Um homem pode obter prazer sexual de uma criança tão jovem quanto um bebê. Entretanto, ele não pode penetrar; sodomizar a criança não tem problema. Se um homem penetrar e machucar a criança, então ele será responsável pelo seu sustento o resto da vida. A garota entretanto, não fica sendo contada entre suas quatro esposas permanentes. O homem não poderá também se casar com a irmã da garota...É melhor para uma garota casar neste período, quando ela vai começar a menstruar, para que isso ocorra na casa do seu marido e não na casa do seu pai. Todo pai que casar sua filha tão jovem terá assegurado um lugar permanente no céu.

Para finalizar, um vídeo que resolvi não colocar aqui, traz informações sobre espancamentos realizados contra meninos no mundo muçulmano para "estudarem melhor" - que incluem açoitamentos - escravidão de menores e a venda de meninas de 8 anos ou até menos como noivas no Sudão e em outras países da região. Tudo, com carimbo do islã radical:

Esta é a história que a mídia não conta, que o mundo se cala e não quer ver, ou que não querem que você saiba. Mas agora você está ciente, não tem mais jeito! Vai ficar calado? Cobre os veículos de mídia, aja! Se você não fizer nada, ninguém poderá salvar estas vítimas inocentes do inferno do Hamas e similares.

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Pedofilia estimulada em jogos de computador


Jogo à venda nas ruas e na internet simula estupros, pedofilia e aborto.


Jogador ainda precisa fotografar vítimas nuas e chorando e obrigá-las a abortar para conseguir vencer.

A história começa quando um jogador encontra a mulher em uma estação de metrô e começa a molestá-la.

Os estupros acontecem primeiro no trem e depois em um parque da cidade.

Se o autor conseguir fotografar a vítima nua e chorando, ele consegue acesso às duas filhas e também as violenta e obriga todas a abortar.

Não, não se trata de mais um caso de violência das ruas. Esse é o enredo e objetivo do jogo japonês de computador Rapelay, que está criando polêmica no mundo todo e é vendido livremente na internet e em algumas ruas de São Paulo.


Tirado do Estadão

Não deixe seu filho cair neste abismo.

Não faça de seu filho uma arma, a vítima será você.

   
QUER SABER DE UMA COISA? Eles já chegaram, convivem conosco e levam o nosso nome.

Curso  Homoafetividade e Bíblia - Por Presb Ka
                         
O curso tem por objetivo desmistificar e derrubar a hipocrisia e discriminação que algumas pessoas e igrejas  pregam sobre a homossexualidade alegando estarem embasadas na Bíblia. Para tal abordaremos de maneira objetiva e completa todos os textos e passagens bíblicas usadas pelos homofobicos para descriminar os homossexuais. No final de cada modulo é aberto para perguntas. O curso é gratuito e aberto ao publico em geral, conhecedor ou não da bíblia, é necessário trazer Bíblia  e caderno de anotações. Poderá se inscrever por telefone, pessoalmente ou através do formulário de contato do nosso portal: www.igrejaparatodos.com.br .
O curso será ministrado por mim, militante gay e pastora cristã titular da Igreja Para Todos (uma igreja que não  faz distinção de pessoas independente de idade, raça, nível cultural e orientação sexual).
Extraído do site da Igreja Evangélica Para todos

Se estiver interessado, favor não comparecer (comentário meu).

quarta-feira, 1 de abril de 2009

A ameaça homossexual a uma igreja encurralada




PARA ONDE MAIS PODEMOS FUGIR DELES?

Será que estamos dando brechas demais?


Cheguei a um novo lugar, estando agora fora do Brasil e distante dos amigos. Não foi uma decisão fácil.
Aliás, foi a única alternativa.


Por causa de uma queixa de 2006 da Associação da Parada do Orgulho Gay de São Paulo, o Ministério Público Federal (MPF) vem procurando minha localização. A queixa é “homofobia”.

É verdade que não há no Brasil nenhuma lei de “homofobia”. Mesmo assim, o MPF recentemente intimou um amigo meu a prestar informações sobre minha localização.


Meu amigo tentou, com a ajuda de um advogado judeu, dizer que ele não é responsável pelo conteúdo do meu blog.


Contudo, o MPF não aceitou a defesa dele, e continuou pressionando-o com o único objetivo de saber onde está Julio Severo.


Portanto, diante desse absurdo, vi-me forçado a sair do país com minha família: uma esposa com gravidez avançada e duas crianças pequenas. Estamos neste momento num lugar totalmente estranho. Que escolha tínhamos?


Além da queixa da Associação da Parada do Orgulho Gay, outras entidades e indivíduos homossexuais também entraram com ações e queixas no MPF contra meu blog por “homofobia”.

Saindo do país, esperamos aliviar as pressões das autoridades sobre amigos inocentes.
***

OU SERÁ QUE PODEMOS FICAR E ENFRENTAR ISTO?

  • Uma igreja desarmada, desatenta e enfraquecida por dentro não tem para onde ir.
  • Vamos continuar fazendo alianças políticas, nos escudar nos empresários e criar novos títulos?
  • Parafraseando Apocalipse: Nua e de mão no bolso.
  • Ainda está em tempo de mudar.
  • Veja mais em:

http://prjulio.blogspot.com/2009/03/julio-severo-fora-do-brasil.html

Não conheço o Pr Julio suficientemente para recomendá-lo, mas pelo que pude constatar até agora, parece ser gente séria e comprometida. Merece uma investigação mais acurada por parte da Igreja e uma consequente tomada de posição.

Não sou contra os homosexuais ou pedófilos mas contra o seu comportamento pecaminoso. São criaturas de Deus presas à concupiscências das quais devemos nos esforçar por libertá-los, mas com amor, não com agressividade.

Vamos ajudá-los a sair deste abismo.

Espero por suas postagens e opiniões

Ubirajara Crespo